cover
Tocando Agora:

Espiritismo

Espiritismo é uma doutrina de cunho filosófico-religioso-científico, voltada para o aperfeiçoamento moral do homem por meio de ensinamentos transmitidos por Jesus Cristo e seu Evangelho, comunicado por espíritos desencarnados a Allan Kardec e codificado em 5 livros, conhecidos como Pentateuco Kardequiano.

Quais são os principais ensinamentos do espiritismo?

Quais os principais preceitos? O Espiritismo tem três preceitos fundamentais: o da evolução do espírito através da reencarnação, o da existência de vida em outros mundos e o da prática mediúnica como forma de comunicação entre os vivos e os mortos.


Podemos defini-lo assim:
O Espiritismo é uma ciência que trata da natureza, origem e destino dos Espíritos, bem como de suas relações com o mundo corporal. A Doutrina Espírita apresenta-se sob três pilares: ciência, filosofia e religião.

O que é O Evangelho segundo o Espiritismo?

O Evangelho Segundo o Espiritismo é a obra da Codificação Espírita que trata especificamente do aspecto religioso da Doutrina. Esta obra inúmeras passagens do Evangelho de Jesus e seus ensinamentos, particularmente os de ordem moral, aclarando assim, a mensagem do Cristo com a realidade de vida espiritual.


O LIVRO DOS ESPÍRITOS

O Livro dos Espíritos (na língua francesaLe Livre des Esprits) é o primeiro livro da Codificação Espírita publicado por Hippolyte Léon Denizard Rivail sob o pseudônimo de Allan Kardec. Esta obra contém os princípios do Espiritismo sobre a imortalidade da alma, a natureza dos Espíritos e suas relações com os homens, as Leis Morais, a vida presente, a vida futura e o porvir da humanidade (segundo os ensinamentos dos Espíritos Superiores, através de diversos médiuns, recebidos e ordenados por Allan Kardec). É uma das oito obras fundamentais para o estudo da Doutrina Espírita juntamente com: O Que É o Espiritismo? (1859); O Livro dos Médiuns (1861); O Evangelho segundo o Espiritismo (1863); O Céu e o Inferno ou a Justiça Divina Segundo o Espiritismo (1865); A Gênese – os Milagres e as Predições Segundo o Espiritismo (1868), Obras Póstumas (1890) e Revista Espírita (1858–1869).

A obra veio a público em 18 de abril de 1857, lançada no Palais Royal, em Paris, na forma de perguntas e respostas, originalmente compreendendo 501 itens. Foi fruto dos estudos de Kardec sobre fenômenos como mesas girantespsicografia e psicofonia, difundidos por toda a Europa e Estados Unidos em meados do século XIX, e que, segundo muitos pesquisadores da época, possuíam origem mediúnica. Foi o primeiro de uma série de cinco livros editados pelo pedagogo sobre o mesmo tema.


LIVRO DOS MÉDIUNS

A tese fundamental de O livro dos médiuns é a da existência do períspirito, ou corpo energético dos Espíritos, elemento que liga o Espírito ao corpo material. A partir da comprovação da existência do perispírito, a obra aprofunda-se e explica toda a fenomenologia espírita. Reúne “o ensino especial dos Espíritos sobre a teoria de todos os gêneros de manifestações, os meios de comunicação com o mundo invisível, o desenvolvimento da mediunidade, as dificuldades e os tropeços que se podem encontrar na prática do Espiritismo”.


A GÊNESE

O que fala o livro A Gênese?

Na conturbada época de transição que atravessamos, o espírita encontra na Gênese, segundo o Espiritismo, explicações lógicas e racionais para entender os fatos inusitados que se desdobram em todos os pontos do Planeta e recursos para se conduzir com serenidade e segurança frente aos mesmos.


O CÉU E INFERNO

É uma das cinco obras básicas da Codificação do Espiritismo. Seu principal escopo é explicar a Justiça de Deus à luz da Doutrina Espírita. 
Objetiva demonstrar a imortalidade do Espírito e a condição que ele usufruirá no mundo espiritual, como consequência de seus próprios atos. 
Divide‐se em duas partes: 
A primeira estabelece um exame comparado das doutrinas religiosas sobre a vida após a morte. Mostra fatos como a morte de crianças, seres nascidos com deformações, acidentes coletivos e uma gama de problemas que só a imortalidade da alma e a reencarnação explicam satisfatoriamente. Kardec procura elucidar temas como: anjos, céu, demônios, inferno, penas eternas, purgatório, temor da morte, a proibição mosaica sobre a evocação dos mortos etc. Apresenta, também, a explicação espírita contrária à doutrina das penas eternas. 
A segunda parte, resultante de um trabalho prático, reúne exemplos acerca da situação da alma durante e após a desencarnação. São depoimentos de criminosos arrependidos, de Espíritos endurecidos, de Espíritos felizes, medianos, sofredores, suicidas e em expiação terrestre.

Estas são algumas da obras de Allan Kardec codificando o Espiritismo, porém temos outros títulos de outros escritores muito bons para quem está iniciando nesta caminhada:


Os melhores livros espíritas

  • Estudando a Mediunidade, Martins Peralva.
  • Evolução em Dois Mundos, Chico Xavier.
  • Narrações do Infinito, Camille Flammarion.
  • Livro dos Espíritos, Allan Kardec.
  • Se Abrindo pra Vida, Zibia Gasparetto.
  • Sentindo na Própria Pele, Mônica de Castro.
  • Violetas na Janela, Vera Lúcia Marinzeck de Carvalho.

Fale Conosco